Rua das Janelas Verdes, 74

Um dos edifícios mais característicos da Rua das Janelas Verdes, construído em 1905 com projecto do arquitecto Arthur Júlio Machado, este prédio de quatro pisos é um exemplar de grande qualidade da arquitectura residencial na viragem para o séc. XX, classificado como Imóvel de Interesse Público. Apresenta, ao nível da fachada, uma exuberante ornamentação de azulejos policromos e relevados com motivos geométricos e vegetalistas Arte Nova, da autoria de Viriato Silva. Também no interior, o vestíbulo de entrada e a caixa de escada, apresenta portentosa decoração azulejar, quer Arte Nova, quer de inspiração hispano-mourisca, e mesmo naturalista. Foi mandado construir por Miguel José Sequeira, um dos proprietários da Fábrica Cerâmica Constância, onde foram realizados os azulejos.